O portal da Arquitetura,
Engenharia e Construção
Receba Boletins e Informativos. Saiba mais
Fechar


  • Home

  • Seta Cima Fornecedores
  • Seta Cima Produtos
  • Seta Cima Arquitetura
  • Seta Cima Equipamentos
  • Seta Cima Revista Digital
  • Seta Cima Web Seminários
  • Seta Cima Conexão AEC
  • Seta Cima Blog
Seta Direita

Busca por Fornecedor ou Produto Utilize a barra de busca para procurar
o fornecedor ou produto que você deseja!

> > > CAU identificou mais de 30 casos de documentos falsos desde 2012

CAU identificou mais de 30 casos de documentos falsos desde 2012

Quando a falsificação é confirmada, Conselho de Arquitetura e Urbanismo encaminha denúncia criminal para Ministério Público

Quando a falsificação é confirmada, Conselho de Arquitetura e Urbanismo encaminha denúncia criminal para Ministério Público


Os Conselhos de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina já identificaram documentos falsos no processo de registro profissional (crédito: michaeljung /Shutterstock)

12/05/2017 – O Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) já identificou mais de 30 casos de documentos falsos apresentados por arquitetos e urbanistas desde a criação do órgão, em 2012. São Paulo lidera a lista com 17 ocorrências. Os outros Estados são Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Para identificar as fraudes, foram feitas parcerias com algumas instituições de ensino cadastradas no conselho. Periodicamente, as universidades enviam uma lista de formandos ao órgão. Assim, quando recebe um pedido de registro profissional, o CAU confere as informações nessa base de dados e solicita à instituição que confirme a veracidade do documento. Caso identifique a falsificação de documentos, o órgão rejeita o pedido de registro e encaminha o caso ao Ministério Público Federal.

A conduta pode se enquadrar em três crimes previstos no Código Penal: falsificação de documento público, falsidade ideológica e uso de documento falso.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins.

Complete seu cadastro

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos do Portal AECweb.

+55 (11) 3879-7777

Fale conosco